Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tempera com Sol

Tempera com Sol

Comeu uma banana? Coma também a casca.

Receitas improváveis

20.04.20, Tempera com Sol

No meu percurso para tentar reduzir o desperdício alimentar, vou introduzindo cá por casa algumas alterações. Ainda estou a léguas de viver uma vida minimalista e sem desperdício, como a referida no livro Vida lixo zero  publicado recentemente por Ana Milhazes. Mesmo assim, tento fazer o possível na minha própria cozinha. Algumas mudanças são visíveis e partilhadas por toda gente, outras são mais discretas e invisíveis. Nas sopas e cremes de legumes, já há muito que os mais usados são bem lavados e consumidos com a casca, mas deixemos os legumes para um outro capítulo. Já com a fruta, todas as cascas e talos que são comestíveis são aproveitadas direta ou indiretamente. Poucas cascas vão parar ao caixote do lixo. As de maçãs, peras, pêssegos, por exemplo, são deliciosas depois de tostadas, para consumir como snack ou para juntar a iogurtes, bolachas e granolas.

Nesta altura de confinamento obrigatório, pareceu-me que era a hora de iniciar o aproveitamento da casca de banana, porque pairavam na minha cabeça duas receitas que queria mesmo experimentar. O pão de casca de banana, que encontrei no blog  Nutrição com Coração, da Ana Bravo e a compota de casca de banana, que descobri no blog Papinhas da Xica, da Sandra Santos, ambas nutricionistas.

O meu pãozinho ficou um pouco escuro, mas o sabor estava fantástico. A compota só pecou por ser pouca, acabou mesmo depressa.

IMG_20200327_171111 PÃO.jpg

IMG_20200415_193348 COMPOTA BANANA.jpg

Por falar em nutricionistas, a Associação Portuguesa dos Nutricionistas (APN), disponibiliza gratuitamente um ebook, que para além das receitas com cascas de banana, está repleto de ideias para aproveitar outras sobras e desperdícios. O greenme.com também oferece sugestões gastronómicas muito curiosas com cascas de banana.

E se aproveitasse este tempo para mudar qualquer coisinha na sua vida, nem que fosse só comer casca de banana pela primeira vez? Corra para a cozinha, não se vai arrepender!

Papa de arroz, amendoa e diospiro

05.04.20, Tempera com Sol

Com o regresso deste tempo típico de inverno, as papas e papinhas são um aconchego para qualquer estômago. E eu, confesso, adoro! As populares papas de aveia, que fazem as delícias de muitos, são maravilhosas, mas existem imensas alternativas tão boas, ou até melhores, nem que seja só para variar. E foi com essa vontade de variar que neste inverno experimentei uma combinação que me pareceu atrativa: arroz, amêndoa e diospiro.

Tinha vontade e comer uma papa quentinha, para compensar o frio desse dia. Havia diospiros por casa. Abri a despensa e vi uns restos de farinha de arroz e de farinha de amêndoa. Pareceu uma boa combinação. Foi só acrescentar umas tâmaras, para um toque mais doce, o alperce e o leite. Ficou pronta num instante e mesmo muito saborosa. Pena que a época dos diospiros já foi.

  • 2 colheres de sopa de farinha de arroz
  • 1 colher de sopa de farinha de amêndoa
  • ½ chávena de água fria
  • 2 chávenas de leite (qualquer leite ao seu gosto)
  • ½ diospiro bem maduro
  • 3 tâmaras
  • 1 alperce seco

Amolecer as tâmaras e o alperce em água quente (não mais que 2 colheres de sopa). Diluir as farinhas na água fria. Juntar o leite, o diospiro em pedaços e os frutos secos já demolhados. Levar a lume brando e mexer até levantar fervura. Triturar tudo e voltar a levar ao lume mais um pouco para cozer um pouco mais. Comer quente ou fria.

Dica1: No final, pode acrescentar um bocadinho de canela em pó e/ou coco ralado, que ainda acrescenta mais sabor a esta papa, que tanto pode ser uma sobremesa, como um lanchinho.

Dica 2: Quem gosta desta mistura de sabores, pode experimentar comer um diospiro cortado ao meio, salpicado com canela em pó e/ou coco ralado. Delicioso!

Dica 3: Pode substituir o diospiro por outra fruta a gosto, doce e macia, como pera ou banana.

IMG_20200211_214254 A.jpg

IMG_20200405_140018.jpg