Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tempera com Sol

Tempera com Sol

Compota de diospiro

11.12.20, Tempera com Sol

Há meia dúzia de anos, num outono bastante frio, sem saber bem como fiquei com a casa cheia de diospiros. Apesar de adorar, por mais que eu quisesse, não conseguiria comê-los todos! E como sou a única cá em casa a gostar, não era possível dar vazão a todos. Tinha de aproveitar aquelas ofertas e não sabia como!

Foi aí que me surgiu a ideia de algo que nunca tinha comido, nem sequer visto e não sabia se resultaria: compota de diospiro!

Recorri aos meus truques para compotas, peguei nos diospiros mais maduros, tirei a casca, adicionei açúcar amarelo, pau de canela e levei a cozinhar. Depois de ferver um bocadinho, tirei o pau de canela e triturei. E estava pronta a compota inédita na minha vida.  Só posso dizer que a-do-rei! Fez bastante sucesso!

Desde essa altura, só tinha voltado a fazer mais uma vez e numa quantidade muito reduzida. Este ano estes frutos voltaram em força à minha cozinha e estavam aqui a chamar por mim para repetir a experiência. Ficou deliciosa! O grande desafio é mesmo conseguir parar de comer!

 

IMG_20201129_163621.jpg

Dica 1: Da primeira vez, usei a proporção de 300gr de açúcar amarelo para 1000gr de fruta, mas, desta vez, estavam tão doces, que só juntei 100gr de açúcar por cada 1000 de polpa de fruta. Provei e estava doce. Devem avaliar a fruta que têm para usar e provar para saber se têm de acrescentar.

Dica 2: Nesta receita usei diospiros de polpa mole, mas pode juntar diospiros maçã, só tem de deixar cozinhar um pouco mais.

4 comentários

Comentar post