Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tempera com Sol

Tempera com Sol

Marmelada Preguiçosa

02.11.20, Tempera com Sol

IMG_20201014_190003 (2).jpg

 

A marmelada caseira não ocupa espaço nas minhas memórias mais remotas. Embora sempre tenha gostado, não cresci com hábitos de comer marmelada caseira, nem de ver fazer. Lembro-me de ver marmelada caseira a secar na janela da cozinha da minha avó materna, mas acho que era uma atividade com pouca expressão por lá, talvez por não haver qualquer marmeleiro.

Sempre achei piada a esse ritual de secar na janela e adoro o cheirinho da marmelada caseira acabada de fazer.

Muito mais tarde, tive oportunidade de experimentar fazer marmelada, num convívio familiar, ao qual aderi com muito entusiasmo. Passei o dia a cortar e descascar marmelos, com muito esforço e com dor nos dedos. Depressa passou o entusiasmo e não achei qualquer graça às horas passadas à volta da panela. Jurei que não me apanhariam noutra igual e que jamais voltaria a fazer marmelada na vida!

Anos depois, já eu estava treinada nas minhas compotas simplificadas, chegaram à minha casa uns marmelos oferecidos. Tentei rejeitá-los sem sucesso. Como desperdiçar comida incomoda-me muito, decidi tentar fazer algo doce com eles, recorrendo aos meus truques para compotas. Sem retirar as cascas, tentei! Quando dei por mim, tinha marmelada pronta, sem esforço, feita em muito pouco tempo. Transformou-se em receita, aprovada e repetida!

marmelada-final.png

Costumo começar por lavar bem os marmelos, tirar os caroços e cortar em bocados. Mergulho em água com limão para não oxidar. Quando estão todos cortados, escorro a água, peso e transfiro para a panela. Junto um terço do peso da fruta limpa de açúcar amarelo. Levo ao lume brando, mexo e deixo ferver até cozinhar os marmelos. Trituro com a varinha mágica e deixo ferver mais um bocadinho até ganhar ponto. Transfiro para tigelas ou outros recipientes enquanto está quente. Cubro com papel vegetal.

Simples e rápido! Menos desperdício alimentar, menos desperdício de tempo, menos esforço! Com menos açúcar do que o habitual e saborosa! Para mim, é ótima! Se não faz marmelada porque dá muito trabalho, que tal experimentar esta marmelada preguiçosa?

2 comentários

Comentar post