Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Tempera com Sol

Tempera com Sol

Medalhões de pescada com massa folhada

O nosso jantar de natal

30.12.20, Tempera com Sol

Este ano o nosso natal foi diferente, como foi para quase todos.

IMG_20201224_210639.jpg

Para nós, a grande novidade foi o número de pessoas à mesa na noite de natal e poder, finalmente, simplificar a ementa e a variedade à mesa. E, com isto, também reduzir nos desperdícios alimentares.

Já que era diferente e havia quem não gostasse do bacalhau da praxe, aproveitamos para variar! Escolhemos um prato principal que é tão comum, como apreciado. Já faz parte do repertório de pratos preferidos por cá há tanto tempo, que foi difícil localizar a receita original (um folheto bem antigo do  Pingo Doce com receitas) para partilhar aqui!

IMG_20201230_102202.jpg

Pingo Doce.png

Na verdade, nunca usei margarina, recorro sempre ao azeite, minha gordura preferida na panela. Raramente uso a cebola, mas muitas vezes substituo por alho francês. Os cogumelos, como já disse outras vezes, prefiro frescos ou congelados. Também já tentei usar outras couves, mas acho que, neste prato, a lombarda é a rainha!

Desta vez, usei a couve lombarda, a cenoura (que nunca faltou) e cogumelos frescos. Nas minhas adaptações já não peso a juliana, porque tenho a referência da quantidade que cabe na panela que costumo utilizar neste prato. Também já usei massa folhada refrigerada (a que uso atualmente) ou congelada, normalmente em rolos ou placas entre os 200 e 250 gr, conforme as marcas.

Não sei dizer qual o verdadeiro segredo desta receita, mas a combinação de sabores base, que mistura a cenoura, a couve, a massa e o azeite, produz um sabor tão, mas tão bom, que já me fez salivar só de lembrar!

IMG_20201224_211042.jpg

Dica 1: Quando é só para o pessoal de casa, normalmente não faço arroz, porque não faz falta;

Dica 2: Se quiser uma apresentação mais bonita, faço pequenos quadrados ou trouxas de massa folhada em doses individuais, para não perder recheio na hora de servir. Fica igualmente bom, mas dá mais trabalho!

Dica 3: Nós apreciamos que a pescada fique em pequenos pedaços, misturada com os legumes, mas, se preferirem, podem deixar cozinhar o medalhão inteiro ou dividido em 2;

Dica 4: Se sobrar alguma coisa, guardo no frigorífico ou congelador, para voltar a aquecer. Não fica muito bonito depois de aquecido. A massa folhada fica mais molenga, mas deliciosa na mesma!