Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Tempera com Sol

Tempera com Sol

Recrescimento de vegetais

Regrowing vegetables

21.05.20, Tempera com Sol

Todas as épocas lançam as suas modas e o tempo de pandemia não é diferente. Eu, culpada, me confesso, não sou imune a modas! Posso dizer que desde que estou em confinamento já aderi a várias: já vi mais concertos online do que alguma vez imaginei, já fiz máscaras caseiras em tecido, já fiz (faço) exercício físico com ajuda do YouTube, já fiz pãodemia e também  pão com dois ingredientes.

Esta de que venho falar é a mais recente moda pela qual me deixei influenciar: recrescimento de vegetais (regrowing vegetables)! Não consigo encontrar uma tradução para português que me satisfaça por completo. Recrescimento, não parece transmitir tudo o que representa, mas replantação também não. Não faz mal, o que importa é que é um reaproveitamento de vegetais!

Na verdade, já tinha visto isto algures, mas como, na altura, não lhe dei grande atenção, acabei por esquecer. Há uns dias quando vi este vídeo do Food52, embora pouco crédula, decidi que deveria experimentar. Também aqui nesta publicação o Food52 identifica 5 vegetais que crescem numa semana (alface romana,  alho francês, folhas da cenoura, aipo e funcho). O alho francês é o mais popular pelas redes sociais, talvez pela velocidade de crescimento, mas resolvi experimentar com um resto amarelado de couve lombarda, que era o único “verde” não congelado que tinha em casa. Depois de aproveitar o que consegui para a sopa, peguei naquele resto e usei um frasco de vidro transparente para conservar o meu “toco” de couve naquelas condições (água e luz solar). Nos primeiros dias nada parecia acontecer, mas depois comecei a reparar que os restinhos de couve estavam cada vez mais verdes e viçosos e lentamente começaram a aparecer as “minicouves”.

IMG_20200428_140649.jpg

Depressa percebi que seria um processo muito lento. Dias mais tarde, tentei também o alho francês e o crescimento é realmente mais acelerado. Agora já estão assim, já quase dá para cortar e utilizar num prato qualquer.

IMG_20200505_185839.jpg

Não é fantástico ver as couves e outros legumes renascerem na nossa própria casa sem ter um quintal ou uma horta? Estou rendida!